Partilhe nas Redes Sociais

Sonae IM agora é Bright Pixel Capital e tem 300 milhões de euros para investir

Publicado em 26 Maio 2022 | 91 Visualizações

A Sonae IM, empresa de capital de risco do grupo Sonae, mudou de nome para Bright Pixel Capital, uma designação que, segundo a empresa, enfatiza os valores de orientação para os resultados financeiros e o crescimento que a marca tem. 

Especializada no investimento em tecnologia aplicada ao retalho (retail tech), infraestrutura digital, cibersegurança e tecnologias emergentes, a Bright Pixel Capital também anunciou que tem 300 milhões de euros para investir em novos projetos nos próximos anos e alargar uma carteira de investimentos da qual fazem parte empresas como a OutSystems, Feedzai ou Artic Wolf. 

Nos últimos cinco anos, o braço de capital de risco da Sonae investiu mais de 250 milhões de euros em diversos projetos, incluindo 50 investimentos diretos. Quer continuar a afirmar-se nesta área pela capacidade de «criar relações profundas e significativas com fundadores, coinvestidores e outros stakeholders, atuando como um parceiro ativo que traz know-how especializado, uma presença global e uma experiência relevante», explica uma nota de imprensa. 

O último negócio divulgado pela ex-Sonae IM foi a venda da Maxive Cybersecurity ao Thales Group. A holding integra as empresas de cibersegurança S21sec e a Excellium. Neste conjunto destaque para a espanhola S21Sec, especialista em consultoria e gestão de riscos de cibersegurança, com clientes em vários países, 400 colaboradores e previsão de crescimento a uma taxa de 10% entre 2020 e 2025.

Num comunicado à Comissão de Mercados de Valores Mobiliários, a Sonaecom estimou que a operação de venda da holding, criada em 2020 para agrupar investimentos do grupo na área da cibersegurança, terá um impacto positivo nos resultados da ordem dos 63 milhões de euros, atribuindo um valor de mercado de 120 milhões de euros ao ativo. 


Publicado em:

Startups

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados