Partilhe nas Redes Sociais

Startups conseguiram 621 mil milhões de dólares em 2021. Unicórnios aumentaram para 959

Publicado em 17 Janeiro 2022 | 713 Visualizações

Em 2021, o número de unicórnios aumentou em 69% para 959 e 44 empresas conseguiram ascender ao estatuto de decacórnio, valendo mais de 10 mil milhões de dólares. O investimento privado em startups, a nível global e ao longo dos 12 meses, atingiu valores recorde e totalizou 621 mil milhões de dólares, que serviram de base a 34.647 operações. 

Por sectores, mostra ainda o estudo State of Venture da CBInsights, foram as fintech que mais investimento conseguiram captar, num total de 132 mil milhões de dólares, que traduzem um crescimento de 169%. 

Por regiões, a Europa foi a terceira a nível mundial, na capacidade de captar o interesse dos investidores para os seus projetos tecnológicos inovadores. À frente ficaram os Estados Unidos e a Ásia. Ainda assim, as startups da região conseguiram absorver investimentos de 93,3 mil milhões de dólares.

Recorde-se que no ano que passou as startups de origem portuguesa que mais deram nas vistas pelo volume de financiamento obtido, e por terem entrada com isso no clube dos unicórnios, foram a Sword Health (com sede nos Estados Unidos) e a Feedzai. A Sword Health captou 189 milhões de dólares e a Feedzai 200 milhões de dólares. 

Nenhuma das duas é referida no relatório. A única empresa com relação próxima a Portugal – porque é co-fundada e liderada pelo português Diogo Mónica – é a Anchorage, que em 2021 conseguiu captar um investimento de 350 milhões de dólares. O unicórnio mais valioso do mundo, avaliado em 140 mil milhões de dólares, é a Bytedance, dona do TikTok. 


Publicado em:

Startups

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados