Partilhe nas Redes Sociais

PUB

Teletrabalho: Maioria das empresas quer colaboradores de volta ao escritório

Publicado em 18 Junho 2020 por Cristina A. Ferreira - Ntech.news | 228 Visualizações

Nos próximos 12 a 18 meses, a grande maioria dos colaboradores em teletrabalho deve voltar ao escritório. É pelo menos esse o desejo dos gestores. O estudo Future of Work da Xerox apurou mesmo que esta será a realidade para 82% dos trabalhadores, nesse período. 

À pesquisa, 72% dos inquiridos também assumiram que as suas empresas não estavam completamente preparadas, tecnologicamente falando, para uma transição súbita para o trabalho remoto. 

A comunicação entre equipas (29%) e a dificuldade em manter o foco (25%) foram outras dificuldades apontadas pelos responsáveis aos tempos de teletrabalho, mas não só. Trinta e cinco por cento dos inquiridos elegeram o suporte remoto de TI como um dos principais desafios e 26% sublinharam o facto de não ter as soluções certas para o fluxo de trabalho a gerir.  

Cloud e soluções de colaboração ganharam força

O estudo da Xerox revela ainda que 58% dos responsáveis estão a planear mudanças nas políticas de teletrabalho e a antecipar estratégias para acomodar uma força de trabalho híbrida, mas ainda assim 95% defende que a comunicação pessoal é importante para o desenvolvimento pessoal e para o desenvolvimento de talentos e a generalidade dos entrevistados acredita que o trabalho remoto generalizado não vai substituir o trabalho presencial. 

Entre as mudanças planeadas para acomodar uma maior expressão dos modelos de trabalho híbridos, destaque para o investimento em recursos (70%) que se querem agora mais orientado para soluções que permitam utilização ou acesso remoto. Neste contexto, as soluções cloud são apontadas como prioritárias por 65% das empresas, com destaque para o software de colaboração (52%).

A pesquisa da Xerox recolheu opiniões junto de 600 líderes de TI em empresas com 500 ou mais funcionários, nos EUA, Canadá, Reino Unido, Alemanha e França. Também conclui que mais de um terço dos gestores TI estão a desenhar projetos de transformação digital e que os orçamentos de TI deverão aumentar 56%, para dar resposta aos desafios levantados pela Covd-19.


Publicado em:

Atualidade

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados