Partilhe nas Redes Sociais

Vendas de PCs fecharam o ano como começaram. Em queda

Publicado em 29 Dezembro 2016 | 418 Visualizações

Os balanços do ano 2016, já apresentados pelas principais empresas de estudos de mercado, confirmam as más notícias para os fabricantes de computadores.

As vendas de equipamentos recuaram pelo quinto ano consecutivo. Desta vez caíram 6,2%, para se fixarem nos 269,7 milhões de unidades, segundo a Gartner.

Nem a agitação típica de final do ano deu um impulso positivo ao negócio, que pelas contas da mesma empresa caíu 3,7% no quarto trimestre para 72,6 milhões, comparativamente ao período homólogo.

Mesmo assim, os especialistas concordam que o mercado está a dar sinais de estabilização e até admitem que a recuperação possa começar em breve, mas não é provável que se consolide já este ano.

As oportunidades de crescimento no mercado de PCs estão focadas em segmentos específicos, como o mercado empresarial, o gaming, ou entre consumidores mais fieis ao formato, mas os volumes em questão não devem ser suficientes para gerar impacto positivo no mercado como um todo, admite a Gartner.

Mesmo assim, quatro dos seis principais fabricantes de equipamentos fecharam o ano em terreno positivo. Lenovo (na liderança), HP, Dell e Apple venderam mais entre outubro e dezembro de 2016, que nos mesmos meses de 2015. Com menos razões para sorrir ficaram a Asus e a Acer, que recuaram nas vendas.


Publicado em:

Negócios

Etiquetado:

GartnerMercadoPCTI

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados