Partilhe nas Redes Sociais

Web Summit despede-se depois de 4 dias que levaram mais de 70 mil ao Parque das Nações 

Publicado em 16 Novembro 2023 | 520 Visualizações

A Web Summit encerra portas esta quinta-feira, 16 de novembro, depois de quatro dias de conferências e exposições que voltaram a fazer do evento um dos maiores do mundo na área da tecnologia e o maior acolhido por Portugal.  

Passaram pelo Parque das Nações 70.236 pessoas de 153 países. Quase metade (43%) mulheres. O sexo feminino representa também 38% dos oradores da edição deste ano e cerca de um terço dos fundadores das 2.608 startups que animaram as áreas de exposição. As startups com sede em Portugal têm uma quota de 11% neste universo.

Ao longo dos anos, a Web Summit tem crescido, para passar a ocupar todo o espaço de exposição da FIL e mais um pouco. Além dos quatro pavilhões do centro de exposições, a edição deste ano do evento voltou a ocupar um quinto pavilhão, numa tenda, que se desmultiplica ainda numa segunda área. Palcos foram quase 20, 16 nos Pavilhões, ao qual se juntou o da Altice Arena, o grande palco do evento, num total de 215 metros quadrados, o equivalente a 1.099 campos de ténis.  

Os números oficiais mostram ainda que o evento contou com 1.180 reuniões de investidores, 70 masterclasses, 17 pitches e mais de duas dezenas de eventos noturnos, depois de apagadas as luzes da FIL e da Altice Arena. Mais de 2.000 jornalistas fizeram a cobertura do evento e mais de 800 investidores marcaram também presença, assim como um staff de 300 pessoas e de 6.000 voluntários e contratados. 

A edição deste ano da Web Summit foi conduzida por Katherine Maher, que assumiu o cargo de CEO do evento depois das polémicas declarações de Paddy Cosgrave, co-fundador da WB, sobre o conflito Israel-Hamas. 

Em destaque na agenda esteve a inteligência artificial que dominou boa parte dos debates, alguns deles revistos à última hora por causa do cancelamento de várias presenças de peso, na sequência das mesmas declarações. Alphabet, dona da Google, Meta (Facebook), Amazon (AWS), Siemens, IBM ou Intel foram algumas das empresas que cancelaram a presença já à última hora. 

Veja as imagens que marcam a edição deste ano da Web Summit na nossa galeria.  

« de 2 »

Publicado em:

Atualidade

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados