Partilhe nas Redes Sociais

Zaask cresce em 2015

Publicado em 2 Março 2016 | 974 Visualizações

A Zaask, plataforma de contratação de serviços online, fechou 2015 «com um crescimento de 200% na sua faturação em Portugal».

O valor foi anunciado pela empresa que diz ainda estimar «um retorno de 25 milhões de euros para a comunidade de profissionais que utilizou a plataforma no ano passado, com o objetivo de aumentar o seu volume de negócios».

Em Espanha, mercado em que a startup entrou no final 2014, o crescimento «também foi em ritmo acelerado, tanto em número de pedidos como em registo de profissionais».

Segundo Luís Pedro Martins, CEO da Zaask, «2015 foi um ano de grande importância do ponto de vista da consolidação e crescimento em Portugal e da expansão internacional, através da entrada no mercado espanhol».

O mesmo responsável acredita que foi importante fazer este teste «num mercado de média dimensão a nível mundial, para que os próximos passos possam ser dados de forma segura».

O empreendedor português acrescenta ainda que «o objetivo para 2016 é acelerar o processo de internacionalização com a entrada em mercados com dimensões e níveis de competitividade diferentes, fazendo com que o negócio escale a nível mundial».

Durante o ano de 2015 foi também altura para a Zaask focar no produto e avançar com a criação de um backoffice próprio para marketing que permitirá, num futuro próximo, apoiar o crescimento sustentável das operações para outros mercados além-fronteiras.

A plataforma fez ainda alterações que tiveram em conta a experiência do utilizador (cliente ou profissional), «de forma a que esta fosse melhorada e fosse, ainda mais, ao encontro das suas expectativas, tornando a sua utilização da plataforma mais natural e fluída», diz a Zaask.

No que se refere às categorias mais pedidas pelos portugueses na plataforma, encontram-se, em primeiro lugar, os “Serviços para a Casa”. Em segundo lugar situa-se a categoria de “Eventos” e em terceiro lugar os pedidos de “Bem-Estar” e “Design & Tecnologia”.


Publicado em:

Negócios

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados