Partilhe nas Redes Sociais

PUB

Anacom: Impacto dos incidentes de segurança reportados pelos operadores aumentou 513%

Publicado em 21 Abril 2020 | 352 Visualizações

Ao longo do ano passado diminuiu o número de incidentes de segurança notificados à Anacom por empresas de comunicações eletrónicas. No entanto, o número de incidentes graves aumentou exponencialmente. 

No seu conjunto, e pelas contas da Anacom, os incidentes reportados em 2019 pelos operadores tiveram impacto em 12,4 milhões de acessos ou assinantes, mais 513% que no ano anterior. 

Se em 2017 e em 2018 os operadores reportaram apenas um ataque com duração igual ou superior a meia hora e um impacto igual ou superior a meio milhão de assinantes ou acessos. 

Em 2019, foram reportados 80 incidentes, menos 29% que no ano anterior, mas neste número estão integrados seis incidentes graves, com as características descritas acima. Destes, 56% deveram-se a falhas no fornecimento de bens ou serviços externos, como eletricidade ou avaria em circuitos alugados. 

As falhas de hardware ou software justificaram 23% dos incidentes reportados e os acidentes ou desastres naturais 11%. Os ataques informáticos motivaram 6% das notificações e o erro humano 4%.A telefonia fixa foi o serviço mais afetado pelas falhas (75%), seguido da telefonia móvel (68%) e da internet móvel (35%). 

O regulador revela ainda que o incidente mais grave ocorreu no mês de outubro. Durou cerca de 4 horas e afetou quatro milhões de assinantes/acessos. Nos meses de março e maio foram também registados incidentes com impacto em mais de 2,5 milhões de assinantes/acessos.

O número total de incidentes reportados em 2019 é o mais baixo desde 2015. O pico de incidentes reportados em 2017, conforme mostra o gráfico, esteve relacionado com os incêndios florestais que nesse ano abalaram o país.  

O Relatório de Violação de Segurança ou Perdas de Integridade de 2019 está disponível no site da Anacom. 


Publicado em:

Mobilidade

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados