Partilhe nas Redes Sociais

PUB

GMV: Innovating solutions in Cybersecurity

Anturio cresce 43% no primeiro semestre

Publicado em 16 Outubro 2017 | 185 Visualizações

O sucesso da ferramenta ERP PHC Web e o esforço de internacionalização contribuíram para um crescimento de 43% nas receitas da tecnológica portuguesa anturio durante o primeiro semestre. A empresa, que até setembro atingiu um volume de negócios de 1,23 milhões de euros, pretende crescer 50% este ano.
O CEO da anturio, Duarte Freitas, explica que os projetos de implementação do ERP da PHC estão com grande procura. «Está em larga expansão e é a tendência atual no mercado empresarial», afirma o responsável, sublinhando que a ferramenta «favorece a mobilidade, dado ser multiplataforma e disponibilizar informação em tempo real aos clientes.»
A outra componente de expansão é o investimento internacional: cerca de 5% das receitas já vêm de fora. «No mercado internacional, essencialmente em Moçambique, foi reestruturada a equipa, houve mudança de instalações para uma melhor acessibilidade aos clientes e para agilizar a comunicação com Portugal», explica Duarte Freitas.
Na primeira metade do ano, a empresa conseguiu alguns projetos de relevo, com destaque para o da Quinta do Lago. É um projeto de reestruturação da contabilidade, com integrações com as empresas de restauração, golfe e hotelaria e ainda com a implementação de workflows BPM (Business Process Management) a partir do PHC Web.
A anturio está, assim, a explorar duas novas áreas de especialização – a interação com workflows BPM multiplataforma (web, email, app, desktop) e o BI de soluções externas integrado e alimentado pelo ERP PHC.
O crescimento também está a ocorrer nos quadros da empresa. A anturio contratou 11 pessoas desde o início do ano e tem mais oito posições em aberto, sete para a área técnica e uma para a área comercial. Ainda em 2017, vai abrir um novo escritório no Porto para alavancar o negócio na zona norte do país. Esta representação da tecnológica portuguesa abrirá dois novos postos de trabalho, distribuídos entre a área técnica e comercial.
O investimento no Porto segue-se à abertura em julho de um novo escritório no Algarve, para o qual contratou duas pessoas. Foi ainda reforçado o escritório da Madeira com três novos funcionários.

Publicado em:

Negócios

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados