Partilhe nas Redes Sociais

Arrow lança programa para desenvolver IoT na EMEA

Publicado em 15 Setembro 2017 por Ntech.news | 625 Visualizações

«Things Evolved: IoT Innovator Program» é a designação de um novo programa lançado pela Arrow Electronics para desenvolver a Internet das Coisas na região EMEA. O intuito é incentivar a expansão do ecossistema IoT e facilitar o caminho dos parceiros de canal da empresa neste mercado.

Os fornecedores de soluções de canal que participarem no Things Evolved terão acesso ao portfólio de soluções IoT da Arrow, que inclui sensores, conectividade, cloud, análise de dados, segurança, infraestrutura de TI e gestão de ativos em fim de vida. Irão obter uma certificação dedicada e receber leads de negócio e/ou ser incorporados em novos projetos IoT. Adicionalmente, a equipa de vendas Arrow IoT fará uma análise ao negócio e dará formação e transferência de competências em IoT e marketing.

O programa baseia-se na ligação de parceiros com projetos IoT gerados pela Arrow. Os clientes do Things Evolved, diz a empresa, vão beneficiar dos seus conhecimentos na recolha, gestão e transporte de dados em projetos de IoT.

«O nosso programa inovador de IoT impulsiona a iniciativa de canal mais abrangente do ambiente complexo IoT da indústria», diz Eric Nowak, presidente de Enterprise Computing Solutions da Arrow EMEA. O responsável garante que a empresa é a única distribuidora global capaz de oferecer soluções IoT fiáveis e seguras que cobrem todos os aspetos da tecnologia, referindo a sua estratégia “sensor-to-sunset.” Nowak sublinha que estas são novas oportunidades de vendas para o canal.

A vantagem da tecnológica é ter um portfólio abrangente, que vai desde os componentes eletrónicos até às soluções de TI. Para apoiar a abordagem, a Arrow vai também criar conjuntos dedicados de soluções IoT, com novos fornecedores especializados em soluções deste sector que já estão estabelecidos nos principais segmentos de mercados verticais: cidades inteligentes, IoT industrial, saúde e automóvel/transporte.

 


Publicado em:

Negócios

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados