Partilhe nas Redes Sociais

PUB

GMV: Innovating solutions in Cybersecurity

Microsoft atualiza outra vez o Windows XP para evitar um ataque de larga escala

Publicado em 14 Junho 2017 por Ntech.news - Rui da Rocha Ferreira | 158 Visualizações

Atualização Windows XP

As feridas relativas ao WannaCry ainda não estão completamente saradas e as empresas podem em breve ter outra crise de segurança informática para gerir. É justamente esta a situação que a Microsoft está a tentar evitar com a disponibilização de uma atualização de segurança que integra vários sistemas operativos já descontinuados, como os Windows XP e Server 2003.

«Ao revermos as atualizações para este mês, foram identificadas algumas vulnerabilidades que representam um elevado risco de ciberataque de organizações governamentais. (…) Para endereçar este risco, hoje estamos a providenciar atualizações de segurança adicionais que estão a ser disponibilizadas a todos os clientes, incluindo os que estão a usar versões antigas do Windows», escreveu a diretora-geral do centro de operações de ciberdefesa da Microsoft, Adrienne Hall.

A executiva disse depois que há um risco elevado de serem concretizados ciberataques destrutivos, motivo que levou a Microsoft a ‘quebrar’ as regras. Esta é já a terceira vez que a tecnológica atualiza o Windows XP fora do seu ciclo de proteção estabelecido e que terminou em 2014.

Na prática a Microsoft está a tentar reverter a situação que se passou com o WannaCry – em vez de lançar a atualização apenas depois do ataque ter sido concretizado, desta vez a atualização está a ser disponibilizada como uma linha primária de defesa.

No boletim de segurança da Microsoft para o mês de junho vemos que existem 14 problemas de segurança que vão ser endereçados com a correção disponibilizada, sendo que 13 dos quais são avaliados como problemas críticos, o nível mais grave de todos. Quase todas estas falhas permitem a execução remota de código, o que por sua vez pode dar aos piratas informáticos acesso quase sem limites ao computador da vítima.

Esta nova atualização está a captar bastante atenção mediática, pois além de incluir também sistemas operativos já descontinuados, é a segunda vez no espaço de dois meses que a Microsoft contempla o Windows XP e o Windows Server 2003 nas suas atualizações.

De acordo com a publicação Computerworld, há um motivo para esta nova atualização extra: os sistemas operativos antigos têm três falhas de segurança graves que já estão atualizadas nos sistemas mais modernos.

Essas falhas – conhecidas como EnglishmanDentist, EsteemAudit e ExplodingCan – podem resultar em novas campanhas de malware ou ransomware, motivo pelo qual a Microsoft está agora a corrigir o problema.

É por isso aconselhado que, independentemente da versão do Windows que possa utilizar, faça a atualização de software o quanto antes. Quem estiver a utilizar versões mais antigas do sistema operativo deve consultar este boletim de segurança da Microsoft para saber como proceder da melhor forma à proteção das suas máquinas.


Publicado em:

Atualidade

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados