Partilhe nas Redes Sociais

Brasileira Invillia investe em Portugal para abrir portas na Europa

Publicado em 25 Novembro 2019 | 181 Visualizações

Há mais uma empresa brasileira a escolher Portugal como rampa de lançamento para o mercado europeu. A Invillia desenvolveu uma framework que liga e gere «equipas customizadas de inovação que aceleram o crescimento digital das empresas», explica a empresa. 

O plano de expansão internacional da companhia engloba, além de Portugal, Londres e Estados Unidos e conta com um investimento de 4 milhões de euros. 

A nível global, a Invillia estima terminar o ano com uma faturação a rondar os 20 milhões de euros, um valor que já considera resultados no mercado europeu. A empresa acredita ainda que esta nova aposta na internacionalização vai permitir-lhe duplicar a dimensão a cada 24 meses.    

A proposta de valor da empresa

A proposta de valor da Invillia está direcionada para empresas que querem escalar e expandir o seu poder digital, sustentando-o em competências multidisciplinares e tecnologias de ponta, através de soluções digitais end-to-end. 

A abordagem da companhia começa com «uma metodologia rigorosa de recrutamento, formação e capacitação de talentos e continua com a monitorização e mentoria individual, skill-ups técnicos, emocionais e de liderança, conduzidos e geridos pela Invillia Academy». UOL, iFood, Unitrust ou C6 Bank são alguns dos nomes na lista de clientes da empresa. 

«Construímos a nossa reputação na América Latina porque optámos por focar-nos num dos momentos mais delicados e difíceis da cadeia de inovação: a expansão», sublinha Renato Bolzan, CEO da Invillia. Nesta fase, defende o responsável, as empresas «precisam de um incremento profundo no negócio, um envolvimento contínuo nas suas metas e cultura, bem como uma framework de desempenho e de respostas em tempo real, flexível o suficiente para tornar-se única para cada desafio». 

Recrutamento em Portugal já está a avançar

O CEO da Invilla acredita que «Portugal tem potencial para ser um dos líderes entre todos os hubs de inovação num futuro próximo» e destaca alguns atributos do país neste domínio, como a abundância de «mentes criativas, excelência na educação, abertura ao exterior e aposta governamental». Justifica aliás com estes argumentos, o facto de a Invillia ter escolhido Portugal para fixar o seu primeiro hub de inovação.

A empresa arranca com a operação local contando com 10 pessoas, mas está a recrutar e tem cerca de 50 vagas abertas. Durante o primeiro semestre de 2020 conta recrutar mais 60 colaboradores, sublinhando que a sua framework global trabalha num modelo de «distance neutral», permitindo que pessoas de qualquer parte do mundo se candidatem.

Engenheiros, programadores, estrategas, criativos e designers UX estão entre as competências que a Invillia procura e que estão detalhadas no site da empresa.


Publicado em:

Atualidade

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados