Partilhe nas Redes Sociais

Kyndryl Portugal confirma José Manuel Paraíso na liderança

Publicado em 22 Outubro 2021 | 72 Visualizações

A já anunciada separação do negócio de serviços de gestão de infraestruturas da IBM vai acontecer no final deste ano em Portugal e o grupo deu mais um passo para preparar essa mudança, confirmando oficialmente quem vai liderar o spin-off.  

Em Portugal José Manuel Paraíso vai assumir os cargos de Country General Manager e presidente do Conselho de Administração da Kyndryl Portugal. «Esta nomeação é um passo importante na criação do novo modelo de funcionamento global da Kyndryl, baseado numa estratégia de simplificação com a clara ambição de aproximar a experiência e o conhecimento dos seus clientes», explica a Kyndryl. 

José Manuel Paraíso liderou a IBM Portugal até setembro, altura em que foi substituído por Ricardo Martinho, para poder assumir este novo cargo. O responsável também já passou por posições internacionais no grupo, tendo sido durante três anos diretor do sector de serviços financeiros para Espanha, Portugal, Grécia e Israel e Turquia. Está há mais de 20 anos na multinacional norte-americana, onde também ocupou já outros cargos de liderança nas áreas de serviços de consultoria e tecnologia. 

No verão a IBM tinha anunciado que a liderança da Kyndryl na península ibérica ficaria entregue a Luis Roca Fernandez, outro quadro histórico da Big Blue, uma decisão que terá sido revista. 

A Kyndryl vai ser uma empresa cotada, totalmente independente da IBM, a quem mantém ligações apenas por via de acordos comerciais e vai organizar a oferta em seis áreas: Cloud Services; Core Enterprise & zCloud; Aplicações, Data & AI; Digital Workplace; Security & Resiliency and Network & Edge.

Incluem-se neste leque os «serviços de monitorização, administração e resolução de projetos muito tecnológicos à volta dos nossos data centers e da gestão da cloud», explicou em julho ao Económico José Manuel Paraíso, garantindo que a nova empresa terá um papel muito forte na operação portuguesa e acrescentando que no leque de serviços prestados pela Kyndryl não se incluem «serviços de consultoria ou integração de sistemas nem manutenção aplicacional».

A IBM tem há largos anos em Portugal centros de operações que prestam serviços em outsourcing, muitos destes contratos mais antigos passam agora para a Kyndryl, bem como toda a gestão dos data centers e da infraestrutura de suporte a estas atividades. Metade dos colaboradores da IBM, com cerca de 2 mil pessoas em Portugal, devem também passar para a nova empresa. 


Publicado em:

Talento

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados