Partilhe nas Redes Sociais

Metallic já está disponível em Portugal

Publicado em 29 Janeiro 2021 | 7 Visualizações

A Commvault já colocou no mercado nacional as suas novas soluções de Backup-como-Serviço (BaaS) Metallic.

O anuncio chega com uma novidade extra: a introdução de novas funcionalidades na plataforma.

Explica a Commvault que as empresas de todo o mundo necessitam de proteção específica para as suas aplicações SaaS, motivo pelo qual a Metallic tornou a disponibilidade global uma prioridade, triplicando a sua presença por país e duplicando a sua oferta de produtos.

Desenhado como uma solução verdadeiramente nascida na cloud, o Metallic usa o Microsoft Azure e a plataforma de proteção de dados da Commvault para oferecer soluções de backup como serviço, de painel único, em ambientes SaaS locais, clouds públicas nativas e workloads híbridas.

Eulalia Flo, diretora-geral da Commvault para Ibéria explica que «com o lançamento em Portugal e Espanha do Metallic pomos nas mãos dos responsáveis de TIC uma gestão de dados muito simples que se pode fazer com apenas alguns cliques».

A oferta enterprise do Metallic inclui Metallic Office 365 Backup & Recovery, Metallic Endpoint Backup & Recovery, Metallic Core Backup & Recovery e Metallic VM and Kubernetes Backup.

Adicionalmente, a plataforma oferece uma proteção de aplicações SaaS otimizada com Metallic Salesforce Backup, otimização da recuperação do Microsoft Teams, inclusão de Oracle e Active Directory no Metallic Database Backup e a expansão das suas capacidades de cloud híbrida com a adição do HyperScale X como um dispositivo totalmente integrado para Metallic.

Em declarações ao Ntech.news, David Benito, diretor de canal para Ibéria assegura que a oferta Metallic «já está disponível em Portugal, acessível a partir do Azure Marketplace ou através do distribuidor em Portugal, Arrow».

O mesmo responsável recorda que «é uma tendência mundial em todos os mercados continuar a crescer na adoção de soluções BAAS devido à grande flexibilidade do modelo de contratação que implicam, à agilidade na implementação, à versatilidade para responder às necessidades de back-up dos tradicionais ambientes presenciais e para soluções “nativas da cloud” e sua escalabilidade».

Assim sendo, David Benito acredita que «ter o Metallic como a solução BAAS da Commvault permite cobrir um espectro cada vez maior de necessidades de backup dos nossos clientes».

Assim sendo, as expectativas de adoção no mercado português «são elevadas, suportadas tanto por estudos de analistas como pela realidade atual». E o diretor de canal para Ibéria suporta a sua afirmação em valores bem reais: «o mercado de Cloud Backup deverá crescer dos 1,30 em 2017 para os 4,13 biliões de dólares em 2022.

O Metallic permite «a todos os nossos clientes suprir as suas necessidades de backup no modelo mais dinâmico e flexível que existe, independentemente da sua dimensão, ajustando-se às suas necessidades». David Benito recorda que os ataques ransomware «não visam apenas grandes empresas e instituições» pelo que a criticidade das informações para a viabilização dos negócios dos clientes «vai desde uma grande instituição financeira ou um Ministério até um escritório de advocacia ou de arquitetura, ou uma junta de freguesia, e a Metallic tem uma solução para cada um deles».


Publicado em:

Atualidade

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados