Partilhe nas Redes Sociais

Nokia garante empréstimo europeu de 500 milhões de euros para acelerar 5G

Publicado em 28 Agosto 2018 | 228 Visualizações

Redes 5G

A finlandesa Nokia recebeu um empréstimo de 500 milhões de euros do Banco Europeu de Investimento para trabalhar no desenvolvimento da próxima geração de comunicações móveis, o 5G.

A Europa está empenhada em recuperar a liderança tecnológica nas comunicações móveis, que se foi dissipando com os investimentos massivos de empresas de outras regiões do globo, sobretudo da China, neste mercado.

A chegada da próxima geração móvel está prevista para 2020, mas operadores e fabricantes têm vindo a posicionar-se e a investir em força para antecipar fases de testes e mostrar liderança tecnológica. Já estão anunciadas datas para o arranque de vários projetos comerciais. A Vodacom, subsidiária da Vodafone para o mercado africano, anunciou esta segunda-feira o lançamento da primeira rede comercial de 5G naquele continente, com um serviço de ambiente fixo no Lesoto, que vai servir dois clientes empresariais.

Na Europa, as empresas que já lideraram mundialmente o negócio das redes de telecomunicações procuram aproveitar a oportunidade para recuperar mercado a rivais como a Huawei. Nesse contexto, a sueca Ericsson também recorreu recentemente, e com sucesso, a um empréstimo do BEI para acelerar desenvolvimentos na área do 5G, tecnologia que promete acelerar a velocidade e aumentar a fiabilidade das comunicações móveis de dados.

O upgrade vai trazer uma melhor experiência de utilização no consumo, mas é no mundo empresarial que a evolução será mais significativa, pelo potencial de suporte a aplicações mais exigentes em termos de banda larga e latência.

O empréstimo concedido à Nokia tem um prazo de cinco anos e vai apoiar os esforços de investigação e desenvolvimento da empresa no desenvolvimento do 5G.


Publicado em:

Mobilidade

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados