Partilhe nas Redes Sociais

PUB

Opensoft abre novo processo de recrutamento de engenheiros

Publicado em 8 Fevereiro 2018 por Ana Rita Guerra | 224 Visualizações

A Opensoft está à procura de 30 engenheiros de software para integrarem os seus quadros este ano. Para isso, a empresa portuguesa inicia este mês a oitava edição da Opentour, uma espécie de roadshow pelas universidades do país em busca de talentos. Cerca de 70% do seu recrutamento nos últimos anos tem sido feito através deste programa.

É o que confirma Mariana Sousa, diretora de Recursos Humanos da tecnológica: «Esta aposta em levar a inovação para as faculdades gera interesse no trabalho da Opensoft e resulta em contratações.» As 30 vagas disponíveis deverão ser preenchidas num equilíbrio entre profissionais com e sem experiência.

Alguns dos eventos já confirmados são a participação na Semana Informática do Instituto Superior Técnico (SINFO), no FISTA do ISCTE e na Careers Fair da Universidade do Algarve. A Opensoft vai também organizar um  hackathon a 17 e 18 de março durante as Jornadas Tecnológicas da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa. Além de participar em feiras de emprego e apoiar eventos, a empresa conta fazer parcerias com universidades e organizar workshops sobre tecnologia.

O mote para 2018 é a “SuperTeam Opensoft.” Mariana Sousa indica que a ideia será procurar os alunos certos para reforçar esta super equipa. «É um grupo de acesso restrito, com entrada condicionada a regras apertadas, que se organiza para realizar ações excecionais, com dedicação, concentração, sentido do dever e de responsabilidade, com o intuito de solucionar situações críticas e em prol do ‘bem’ de terceiros», adianta a responsável.

Os critérios de seleção neste caso passam por procurar alunos com pouca experiência no mercado de trabalho mas com potencial elevado para desenvolver competências na área da engenharia de software. «Apoiamos o desenvolvimento do potencial de cada um para que os seus ‘superpoderes’ se aperfeiçoem», frisa Mariana Sousa.

Mesmo que a digressão pelas universidades não resulte em contratações imediatas, a Opensoft sublinha que é uma oportunidade de entrar em contacto com futuros engenheiros de software que poderão mais tarde integrar a sua equipa, quando estiverem disponíveis para o mercado de trabalho. «Fomentamos essa ligação, partilhando mais informação sobre o que fazemos e, por vezes, convidamos para uma visita de job shadowing à equipa da Opensoft.» Outras opções são a realização de estágios e trabalhos de tese de mestrado na empresa.

Em termos técnicos, a Opentour irá focar-se na divulgação do Lightweightform, framework de código aberto que permite a criação de formulários web complexos – com múltiplas páginas, centenas de campos e milhares de validações – e que utiliza tecnologias como Angular, Node.js, HTML5 e Kotlin.


Publicado em:

Talento

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados