Partilhe nas Redes Sociais

OutSystems fecha 2018 com receitas a crescer 66% e 400 novos colaboradores

Publicado em 24 Janeiro 2019 | 609 Visualizações

A OutSystems continua imparável. A crescer mais de 50% nos últimos dois anos, em 2018 a empresa repetiu a receita e reforçou a posição de liderança no universo das plataformas low-code.

A tecnológica portuguesa fechou o ano que acaba de terminar com o volume de negócios a crescer 66%, uma evolução que empurra as receitas anuais recorrentes para mais de 100 milhões de dólares. A contribuir para os resultados, frisa a empresa, está a adição de centenas de novos clientes, que passaram a usar a plataforma low-code do unicórnio português para agilizar o desenvolvimento de aplicações de negócio personalizadas.  

Em 2018, a OutSystems assinala outros marcos importantes. Juntaram-se ao ecossistema OutSystems 60 mil novos programadores e os negócios liderados por parceiros ganharam mais expressão, triplicando a receita associada às ofertas de canal. O número de colaboradores também aumentou exponencialmente, passando de 600 para um milhar, resultados de 400 novas contratações.

O ano passado foi também para a OutSystems tempo de lançar várias soluções novas. Para além da versão 11 da plataforma low-code, a empresa estreou o OutSystems Sentry, uma solução de segurança proativa. Lançou uma ferramenta que mede o desempenho da aplicação e satisfação do utilizador (Insights) e uma ferramenta de inteligência artificial (OutSystems.ai).    

«O sucesso que os nossos clientes estão a ter ao acelerarem as suas iniciativas de transformação digital com a nossa plataforma low-code é inspirador», refere Paulo Rosado, CEO e fundador da empresa portuguesa. Este sucesso, admite, «está a traduzir-se em resultados surpreendentes para nós e para eles» e a fazer disparar a procura de plataformas low-code, que «nunca foi tão grande como agora».

Em 2018 a outSystems completou com sucesso uma ronda de financiamento de 360 milhões de dólares, operação que colocou a empresa a valor mais de mil milhões de dólares e lhe deu o estatuto de unicórnio.


Publicado em:

Negócios

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados