Partilhe nas Redes Sociais

Plataforma Europeia vai impulsionar digitalização das PME em Portugal

Publicado em 24 Outubro 2018 por Ana Rita Guerra | 194 Visualizações

Acelerar o processo de transformação digital das pequenas e médias empresas é um dos objetivos centrais da nova Plataforma Europeia de Aconselhamento ao Investimento, que foi lançada em Portugal através de um memorando assinado entre o Banco Europeu de Investimento (BEI) e a Instituição Financeira de Desenvolvimento (IFD). A ideia é promover o apoio disponível através da Plataforma no mercado nacional.

O acordo prevê a criação de uma plataforma de partilha de conhecimentos e melhores práticas quanto à utilização dos instrumentos financeiros disponíveis, com o intuito de adaptar bons exemplos europeus às circunstâncias das empresas homólogas portuguesas.

«A Plataforma Europeia de Aconselhamento ao Investimento presta serviços de aconselhamento que visam melhorar a qualidade dos projetos de investimento», explicou Henrique Cruz, presidente da Comissão Executiva da IFD. O responsável disse que a parceria «permitirá às empresas portuguesas terem acesso à experiência e aos conhecimentos especializados do grupo do BEI no âmbito dos serviços disponibilizados, desde a avaliação preliminar da ideia do projeto, a aconselhamento técnico, jurídico e financeiro, formação e apoio à execução.»

Em janeiro deste ano, o BEI concedeu um empréstimo de 100 milhões de euros à IFD para linhas de crédito ao sistema bancário nacional com baixas taxas de juro e longos prazos de reembolso, com o propósito de apoiar projetos de investimento de empresas portuguesas.

As entidades assinaram também um acordo de cooperação com a COTEC, tendo em vista a identificação de melhores práticas na Europa para apoiar o financiamento da investigação e da inovação. Este acordo juntará a associação e os especialistas em financiamento da divisão de Aconselhamento Financeiro em Inovação do BEI, para explorarem mecanismos que possam aumentar «significativamente» o volume de financiamento destinado à digitalização das PME e a garantir que os futuros investimentos beneficiam dos novos instrumentos disponíveis ao abrigo do Plano de Investimento para a Europa.

Jorge Portugal, diretor geral da COTEC, disse esperar que a colaboração possa trazer um contributo importante para colmatar as lacunas no financiamento das empresas mais jovens e inovadoras. «Os novos instrumentos de financiamento terão um papel decisivo nas batalhas pela inovação e competitividade do do tecido industrial, contribuindo assim para os objetivos de vender mais, melhor e mais longe, através de emprego cada vez mais qualificado», sublinhou.

O acordo de cooperação entre o BEI e a COTEC foi assinado em Lisboa por Emma Navarro, vice-presidente do BEI, e Isabel Furtado, presidente da COTEC, juntamente com o diretor Jorge Portugal.


Publicado em:

Atualidade

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados