Partilhe nas Redes Sociais

Portugal recebe Centro de Excelência para Inovação e Desenvolvimento da NEC

Publicado em 25 Setembro 2020 | 142 Visualizações

A NEC Portugal avançou com a abertura de um Centro de Excelência no nosso país, que visa desenvolver soluções aeroportuárias «inovadoras utilizando biometria e gestão de identidade».

A equipa do novo centro ficará localizada nos escritórios da empresa em Lisboa, sendo que o espaço vai servir, a partir de Portugal, a unidade de negócio global de Aviação e tem como objetivo alavancar a expansão das tecnologias de identificação digital e biométrica, aplicadas ao mercado de aviação e transporte, utilizando a plataforma NEC I:Delight.

«Foi com grande entusiasmo que recebemos a aprovação da NEC para instalar esta equipa em Portugal. O plano da NEC passava por criar este Centro de Excelência nos EUA, país onde esta área de negócio se encontra sediada, mas, após avaliarmos os prós e contras, a sugestão de avançar em Portugal teve a aprovação unânime», explicou a propósito, Igor Oliveira, director, Global Aviation Solutions da NEC e responsável pelo Centro de Excelência.

O mesmo responsável lembra que Portugal tem «uma mão-de-obra tecnológica altamente qualificada» sendo que foi também, recentemente, «classificado como um dos 13 países mais inovadores do mundo pelo CSC International Innovation Scorecard, e esses são argumentos contra os quais é difícil contestar».

O investimento nesta nova área está alinhado com a estratégia da NEC de expansão do negócio das soluções e tecnologias de identificação biométrica e digital para o setor da aviação e aeroportos de uma forma global, assim como de desenvolvimento de novas soluções que visam não só dar suporte a esta atividade, como também a outras indústrias.

O Centro de Excelência que a NEC agora abre em Portugal tem uma equipa criada de raiz, que numa primeira fase será constituída por 5 a 10 elementos. Até meados do próximo ano «irá continuar a aumentar em mais 20 colaboradores, criando assim um total de até 30 postos de trabalho altamente especializados».


Publicado em:

Negócios

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados