Partilhe nas Redes Sociais

Programa Schneider Electric Ventures vai apoiar inovação e investir em startups

Publicado em 30 Novembro 2018 por Ana Rita Guerra | 81 Visualizações

A Schneider Electric criou um programa de apoio a novas ideias, que passa por investimento, parcerias e incubação. A intenção na base do Schneider Electric Ventures é identificar e apoiar inovações «que possam constituir um contributo importante para a sustentabilidade e eficiência energética no futuro», segundo explica a empresa.

Com alguns meses de operação, o programa já tem projetos em curso, que foram apresentados no Innovation Summit nos Estados Unidos, e levou ao investimento em seis empresas. A fabricante também se comprometeu a investir entre 300 e 500 milhões de euros nos próximos anos em projetos de incubação, parcerias com empresários e fundos especializados.

«O Schneider Electric Ventures é a nossa forma de ajudar os empreendedores a tornarem as suas visões em realidade e fazerem uma verdadeira diferença na forma como vivemos e trabalhamos», explicou o CEO da empresa, Jean-Pascal Tricoire, no Innovation Summit. O executivo disse ainda que o programa  demonstra o compromisso da fabricante para com a inovação e ajuda empreendedores a desenvolverem as suas ideias e ganharem acesso aos mercados globais.

Em foco estão soluções com sentido duplo, que permitam proteger o ambiente e ao mesmo tempo satisfazer a procura global de energia.  A iniciativa procura empresas cujas inovações «poderão vir a transformar o modo como vivemos e trabalhamos, a forma como produzimos e consumimos energia, e a forma como gerimos edifícios e fábricas».

Os três principais projetos em curso são o eIQ Mobility, um spinoff do Schneider Electric Incubator que propõe “Frotas Elétricas as a service” para frotas comerciais de grandes dimensões; o Clipsal Solar, que oferece soluções on-grid e off-grid para aplicações residenciais e comerciais na Austrália; e o Greentown Labs Bold Ideas Challenge, em parceria com a Greentown Labs, que apoia o desenvolvimento de empresários através da disponibilização de mentores, membros de equipas, subsídios de 25 mil dólares e recursos técnicos e de negócio.

As empresas que receberam financiamento são a Sense, Element Analytics, Habiteo, QMerit, KGS e Claroty.


Publicado em:

Startups

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados