Partilhe nas Redes Sociais

Projeto MAIA leva inteligência artificial à conversação

Publicado em 7 Setembro 2020 | 449 Visualizações

Inteligência artificial

A Unbabel estabeleceu uma parceria com a Universidade de Carnegie Mellon, o INESC-ID e o Instituto de Telecomunicações, para o desenvolvimento do projeto de investigação MAIA – Multilingual AI Agent Assistants que vai permitir melhorar exponencialmente a capacidade dos agentes desenvolverem conversas multilíngues.

O Projeto MAIA ajuda a ampliar as capacidades dos profissionais de atendimento ao cliente, utilizando inteligência artificial e tornando todo o processo de customer service «mais eficiente para que as empresas possam falar com os seus clientes por chat em 30 línguas diferentes, melhorando ainda a experiência do cliente». revela a startup.

«O chat está a tornar-se cada vez mais no meio preferencial de contacto com clientes, mas tem ainda enormes desafios para ultrapassar, nomeadamente no que diz respeito ao apoio ao cliente em diversas línguas para melhorar a sua satisfação, mantendo simultaneamente a experiência de contacto entre duas pessoas», explicou André Martins, vice-presidente de AI Research da Unbabel.

O mesmo responsável acrescentou ainda que «o projeto MAIA vem permitir que unir a eficácia da Inteligência Artificial e a empatia dos humanos, para um atendimento ao cliente mais eficaz, tornando todo o processo mais integrado e preciso».

Ao longo de 36 meses, a equipa de investigação irá construir um conjunto de diferentes tecnologias de aprendizagem automática (machine learning) para um atendimento ao cliente online multilingue, que inclui a tradução automática com melhorias que permitem avaliar o contexto da conversa, assim como respostas automáticas e estimativas de qualidade conversacional.

Os novos desenvolvimentos vão permitir que a Unbabel consiga expandir as suas tecnologias, criando um novo modelo de assistente, que facilita a comunicação entre agentes humanos e clientes internacionais, tornando as plataformas de serviço live chat multilingues, escaláveis e capazes de garantir uma melhoria significativa na satisfação dos clientes.

Estes novos desenvolvimento vão ainda ajudar os profissionais de serviços ao cliente com ferramentas de produtividade orientadas para o diálogo.

«A economia mundial está cada vez mais conectada, pelo que é mais importante do que nunca conseguirmos comunicar eficazmente, quebrando as fronteiras linguísticas e culturais», explica Graham Neubig, associate professor na Universidade de Carnegie Mellon, acrescentando que «este projeto é especialmente desafiante pela necessidade de considerar o contexto conversacional para garantir traduções precisas, corretas e culturalmente apropriadas».

Além do projeto MAIA, a Unbabel está também a desenvolver outros projetos de investigação como o Scribe ou o Unbabel4EU.


Publicado em:

Startups

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados