Partilhe nas Redes Sociais

Reclamações duplicaram na Black Friday

Publicado em 9 Dezembro 2020 | 216 Visualizações

As reclamações relativas à Black Friday já não são novidade.

No entanto, este ano, com a Black Friday mais digital de sempre, fruto da pandemia que vivemos, as reclamações apresentadas pelos consumidores quase duplicaram.

Segundo dados do Portal da Queixa, entre 1 de novembro e 2 de dezembro de 2020, foram registadas 416 reclamações relativas à Black Friday.

Os valores representam um aumento de 59% face ao período homólogo, onde foram contabilizadas 262 reclamações.

Tecnologia, Informática e Som foi a categoria mais visada e o principal motivo de reclamação «foi a dificuldade de entrega do produto», refere o Portal da Queixa.

De acordo com o Portal da Queixa, no período em análise, foram registadas 1119 reclamações relacionadas com o comércio eletrónico, sendo que, 37% destas queixas (416) são referentes à Black Friday.

A análise permitiu identificar quais as principais categorias que foram mais reclamadas.

Relacionadas com compras na área da Tecnologia, Informática e Som estiveram 40,6% das queixas; o comércio de Moda e Joalharia reuniu 17,8% das reclamações; mobiliário e decoração (5%) e híper e supermercados (2,3%).  

Além da dificuldade na entrega das encomendas, a gerar 33,3% das reclamações, a rutura de stock foi o segundo maior motivo de reclamação (17,8%) e a alteração do preço do produto foi o terceiro motivo (16,9%) mais denunciado.


Publicado em:

Atualidade

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados