Partilhe nas Redes Sociais

PUB

GMV: Innovating solutions in Cybersecurity

Tendências tecnológicas em 2018

Publicado em 2 Janeiro 2018 | 80 Visualizações

Com o ano a começar, é tempo de fazer contas ao que já passou e lançar um olhar mais atento ao que nos espera agora em 2018. Se é bem verdade que a tecnologia nunca teve um papel tão importante na vida das empresas, organizações e pessoas não será menos certo que tudo muda à velocidade da luz e o que hoje é certo, amanhã poderá não o ser.

O ano de 2017 ficou marcado por um conjunto de estratégias e políticas muito associadas à transformação digital de onde derivam o IoT, a cloud, os media sociais, a IA e outras tecnologias e suportes de base digital.

Em 2018, a realidade poderá não ser muito diferente da que vivemos hoje em dia ou será que antes pelo contrário, poderemos estar perante novos conceitos tecnológicos? A Gartner dá uma ajuda na tentativa de resposta a esta questão e deixa no ar aquelas que considera poderem vir a ser as tendências tecnológicas ao longo deste ano:

1.

Inteligência Artificial

A IA está a evoluir de forma acelerada e as empresas devem investir para dela tirarem o melhor partido possível. Diz a Gartner que este será um dos principais campos de batalha para os fabricantes de tecnologia, até pelo menos 2020. A capacidade de utilizar a inteligência artificial para melhorar a tomada de decisões, reinventar modelos e ecossistemas de negócio e melhorar a experiência do consumidor vai começar a compensar as iniciativas digitais até 2025.

2.

Aplicações e analítica inteligentes

Nos próximos anos, todas as aplicações, sejam elas fixas ou móveis, vão ter de, necessariamente, incorporar algum tipo de inteligência artificial. Diz a Gartner que, em última análise, algumas das apps não podem mesmo vir a existir sem a IA e a aprendizagem automática.

Na verdade, as denominadas “apps inteligentes” vão ajudar a criar uma nova camada intermédia de inteligência entre as pessoas e os sistemas, contribuindo para transformar a forma como hoje em dia trabalhamos quer porque permitem automatizar um conjunto de funções que agora são realizadas por humanos quer porque permitem tirar mais e melhor partido da informação disponível.

3.

Coisas “inteligentes”

Automóveis, drones, robots e todo o tipo de objetos físicos que ganharam “inteligência” por via da IA mas que vão além da execução de modelos de programação rígidos, e tiram partido da IA para suportar os seus funcionamentos avançados e interagir mais naturalmente com os elementos  envolventes e as pessoas. Graças à tecnologia estão a evoluir para formas mais naturais de interação sendo que esta é uma tendência que continuará a ganhar terreno em 2018 e a produzir resultados em diversos sectores.

4.

Gémeo digital 

É uma das áreas que ganhou maior relevância nos últimos anos, permitindo replicar, por exemplo na industria, linhas de produção. Diz a Gartner que, nos próximos anos os gémeos digitais devem tornar-se um recurso importante no âmbito da gestão de ativos sendo particularmente promissores ao nível de tudo aquilo que são projetos IoT.

5.

Cloud e edge computing

O conceito de edge computing descreve uma forma de computação em que o processamento da informação, a recolha e a distribuição de conteúdos estão próximos das fontes de informação. Com esta tendência a Gartner dá especial destaque à importância crescente do edge computing, que otimiza o modo de funcionamento dos sistemas cloud, permitindo o processamento de dados nos limites da rede. Por exemplo, este é um modelo cada vez mais determinante ao nível do funcionamento de redes que recorram de forma intensiva ao IoT.

6.

Plataformas de conversação

As plataformas de conversação são a próxima grande mudança de paradigma, alterando por completo a forma como as pessoas interagem e comunicam com as máquinas e tudo aquilo que é atualmente o mundo digital.

Hoje em diz, existem já plataformas que recebem um dado numero de questões ou comandos do utilizador e respondem executando algumas funções, apresentando algum conteúdo ou pedindo informações adicionais. Ao longo dos próximos anos, as interfaces de conversação vão evoluir cada vez mais, diz a Gartner.

7.

Experiência imersiva

A par das plataformas de conversação (que estão a mudar a forma como as pessoas controlam o mundo digital) também os conceitos de realidade virtual, aumentada e misturada estão a mudar a forma como as pessoas entendem e interagem com o mundo digital. O mercado de realidade virtual (RV) e realidade aumentada (RA) estão ainda a dar os primeiros passos mas vão trazer grandes novidades ao longo dos próximos anos.

A chamada realidade mista, por exemplo, vai combinar o poder das experiências imersivas da RV com objetos reais do mundo físico, que na RA não chegam nunca a perder, também, o seu lugar.

8.

Blockchain

A tecnologia de blockchain está a evoluir de uma infraestrutura de moeda digital para uma plataforma de transformação digital. A Gartner acredita que esta tecnologia vai continuar a ser um dos grandes temas de 2018, pelo seu potencial para substituir os atuais mecanismos de validação de transações comerciais e financeiras.

9.

Cada vez maior foco nos eventos

Totalmente crucial no âmbito do negócio digital é o conceito de que as empresas devem estar sempre prontos a responder aos novos eventos de negócio que vão surgindo, como o fecho de uma ordem de compra ou a chegada de um avião.

Recorrendo aqui à utilização de tecnologias de IA ou IoT, blockchain ou gestão de dados in-memory, os eventos podem ser detetados mais cedo e analisados atempadamente e com maior detalhe, defende a Gartner.

10.

Adaptação contínua do risco e da confiança

As técnicas antigas de prevenção de riscos tendem a resultar cada vez menos no mundo digital, à medida que as TIC e os ambientes ganham complexidade. Assim sendo, a Gartner considera determinante uma abordagem contínua de adaptação ao risco e à confiança (CARTA – Continuous Adaptive Risk and Trust Assessment), que permita ações em tempo real, adaptadas a cada momento.


Publicado em:

Atualidade

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados