Partilhe nas Redes Sociais

Aveiro ganha laboratório de 5G e IA

Publicado em 17 Novembro 2021 | 237 Visualizações

5G

A Universidade de Aveiro, o Instituto de Telecomunicações e a Huawei, que doou equipamentos e financia o arranque do projeto, anunciaram um novo laboratório dedicado ao 5G e à inteligência artificial. O 5GAIner – 5G + IA Networks Reliability Center foi inaugurado esta terça-feira e vai estar à disposição da comunidade académica e científica e do ecossistema de empreendedorismo e inovação.

A nova infraestrutura resulta de um protocolo assinado em 2020 entre as três instituições e nasce para apoiar a indústria na criação de soluções para diferentes sectores. Vai servir para testar conceitos em diferentes mercados verticais, avaliar a sua fiabilidade e possibilitar a pesquisa em estruturas de rede 5G, com o objetivo de facilitar a experimentação de novas soluções baseadas nesta tecnologia.

O centro vai ser liderado por Rui Luís Aguiar, docente da Universidade de Aveiro e coordenador nacional de Redes e Serviços do Instituto de Telecomunicações e o objetivo é que abra portas também a projetos de I&D promovidos por entidades internacionais. 

A infraestrutura está centrada no Instituto de Telecomunicações, mas vai trabalhar em coordenação com outras entidades da região como o Porto de Aveiro e algumas fábricas, como a Bosch Termotecnologia, S.A. (Bosch TT), onde já decorrem testes, em áreas como a dos sistemas de produção flexíveis e de controlo de localização.

«Este investimento da Huawei em Portugal, não só cria um hub de competências na região, como reforça a vontade da empresa em contribuir para a inovação e transição digital do país, explorando todo o potencial de tecnologias como as redes de quinta geração ou a Inteligência Artificial», explica Tony Li, CEO da Huawei Portugal. 

Um estudo da Deloitte apurou que, até 2035, as inovações relacionadas e potenciadas pelas redes 5G vão contribuir com 17 mil milhões de euros para o crescimento económico do país. A nível mundial, e segundo outra pesquisa da PwC, a expectativa é que o 5G tenha um impacto de 1,08 mil milhões de dólares no PIB, já em 2030. 

A Huawei anunciou também recentemente que vai lançar um programa de bolsas de estudo para estudantes do ensino superior nas áreas da engenharia. A iniciativa, que resulta de uma parceria com a Associação DNS.PT e o programa INCoDe.2030, pretende chegar a 50 alunos e vai ser lançada ainda este ano. 


Publicado em:

Mobilidade

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados