Partilhe nas Redes Sociais

PUB

Asseco PST faturou 34 milhões de euros em 2018

Publicado em 19 Março 2019 | 717 Visualizações

A Asseco PST apresentou resultados do ano passado, onde obteve uma faturação de 34 milhões de euros. Em 2019, a tecnológica especializada em software para o sector financeiro quer crescer para os 36 milhões de euros, com uma aposta redobrada em novos produtos e serviços. A previsão da companhia liderada por Daniel Araújo, no que se refere ao EBITDA, é de 10 milhões de euros em 2019, mais 1,8 milhões que em 2018.

Entre as prioridades na estratégia da Asseco PST para 2019 está a criação de novos produtos, nas áreas de canais, portais, processos, BPM e data & analitics, entre outras. A empresa quer também criar novas linhas de serviços e vai «avaliar a entrada no capital de outras empresas», detalha um comunicado de imprensa.

Em 2018 a Asseco PST integrou 42 novos colaboradores, passando a contar com uma equipa de 420 pessoas, que asseguram a atividade da empresa em Portugal, Angola, Moçambique e Cabo Verde, junto de mais de 60 bancos.

A empresa faz desde 2015 parte do grupo Asseco e na sequência dessa integração abandonou o nome Exictos. Até então operava como Promosoft.

Leia ou releia a entrevista do Ntech.news a Daniel Araújo sobre as implicações das mudanças recentes na vida da empresa, onde também pode encontrar mais detalhes sobre a estratégia para 2019.


Publicado em:

Negócios

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados