Partilhe nas Redes Sociais

Critical Software juntou-se à BMW e nasceu a Critical Techworks

Publicado em 15 Outubro 2018 | 242 Visualizações

Está concluído o processo de criação da Critical Techworks, uma empresa que resulta de uma joint-venture entre a portuguesa Critical Software e o BMW Group. A nova companhia vai desenvolver software para várias empresas do grupo BMW, em domínios como a conectividade de veículos inteligentes, smart factories, customer ecosystems, serviços de mobilidade, realidade aumentada e análise de dados.

As soluções criadas pela nova empresa, que une a capacidade de engenharia de software da Critical Software ao conhecimento de desenvolvimento de produtos da BMW, vão equipar as próximas gerações de carros fabricados pela marca alemã e alimentar novos serviços de mobilidade.

A nova estrutura acaba de garantir aprovação dos reguladores que formaliza o negócio, mas já emprega 200 colaboradores em centros de engenharia localizados no Porto e em Lisboa. O objetivo para 2019 é aumentar o número de funcionários para 500, a médio prazo o plano passa por duplicar esse valor.

«Criar de raiz uma empresa de engenharia com as características da Critical TechWorks é uma oportunidade que surge uma vez na vida. O software terá um papel fundamental no futuro da mobilidade e da indústria automóvel e nós planeamos ser uma referência não só no contexto português, mas também mundial», afirma Rui Cordeiro, CEO da Critical TechWorks.

As duas empresas fundadoras da Critical Techworks, anunciada em junho passado, fazem-se representar em partes iguais no conselho de administração da empresa, com dois gestores. Do lado da Critical Software, além de Rui Cordeiro, integra a nova joint-venture Paulo Guedes, como CFO.


Publicado em:

Negócios

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados