Partilhe nas Redes Sociais

PUB

GMV: Innovating solutions in Cybersecurity

Onde entra o business intelligence na IP Telecom?

Publicado em 15 Dezembro 2017 | 186 Visualizações

Com os processos de controlo de gestão baseados em informação produzida manualmente a partir de extrações de sistemas e manipulação de ficheiros, a operadora de telecomunicações e de serviços de data center e cloud computing, pertencente ao Grupo Infraestruturas de Portugal, tinha dificuldade em obter informação detalhada e de diferentes perspetivas sobre os resultados de produtos e serviços, projetos e clientes, entre outras.

Para medir e controlar, num tempo próximo do real, o desempenho do negócio com base num modelo otimizado de gestão e numa plataforma central de suporte à decisão, a IP Telecom necessitava de uma plataforma de business intelligence (BI), que lhe proporcionasse uma visão fiável e rigorosa sobre o desempenho de toda a sua atividade (mais de 200 clientes, 30 produtos/serviços, 1000 contratos e 10 famílias de produtos).

A solução Business Performance Analytics da KSTK– Knowledge Support foi a escolhida para endereçar as necessidades da operadora. Em conjunto com uma equipa de controlo de negócio da IPT, a tecnológica redefiniu o modelo de gestão de performance da empresa no que respeita aos resultados e margens de negócio por produto e por cliente, considerando novas abordagens de gestão de naturezas e categorias de custo inerentes.

O projeto envolveu uma equipa conjunta de oito pessoas e teve a duração de 12 semanas. De acordo com Rui Ribeiro, diretor-geral da IP Telecom, a ligação entre a solução tecnológica Business Performance Analytics da KSTK e o contexto do modelo de gestão de desempenho do negócio da IPT é «total». «A forte dinâmica de adaptação e mudança associadas a estes modelos e à realidade da gestão requerem soluções flexíveis, permanentemente ajustáveis e alinhadas com os processos de gestão de negócio», sustenta o responsável.

Com a implementação da plataforma de Business Intelligence da KTSK, Rui Ribeiro reconhece que a IP Telecom passou a dispor de informação «fiável, coerente e atempada», que serve de suporte aos decisores nos seus processos de planeamento, análise e monitorização.

A solução permitiu ainda uma maior mobilização dos vários níveis de gestão, para monitorizar o sucesso e atingir os objetivos definidos, nomeadamente formas de otimização de receitas e custos associados a clientes, famílias de produto e produtos, e definição de metas a alcançar pelas equipas comerciais e de suporte.

Quanto ao futuro, Rui Ribeiro faz planos, que passam pela «evolução da plataforma, para que sirva de dashboard de controlo de indicadores de gestão, garantindo um acompanhamento online dos vários objetivos, que versam essencialmente a maximização de receitas, o aumento da qualidade de serviço ao cliente e a melhoria da eficiência organizacional, cruzando com o cumprimento de orçamentos e projetos. Adicionalmente, pretende-se reforçar a componente de avaliação de cenários e perspetivas de forecast», concretiza o responsável.


Publicado em:

Projetos

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados