Partilhe nas Redes Sociais

Fatura eletrónica dá poupança anual de 15 M€ à Sonae

Publicado em 14 Março 2019 | 409 Visualizações

A Sonae fez as contas às poupanças alcançadas com a fatura eletrónica e conclui que todos os os anos gasta menos 15 milhões de euros, graças à desmaterialização do processo de faturação com os fornecedores.

Outros números mostram que a empresa poupou anualmente 90 toneladas de papel, 10 milhões de litros de água e mais de 50 milhões de emissões de CO2, ajudando a salvar 2.500 árvores.

A implementação da fatura eletrónica deu o mote a um projeto implementado pela Sonae em 2005 e tomou conta dos 3 milhões de processos de faturação que a empresa gere todos os anos, envolvendo mais de 20 mil fornecedores e parceiros.  

Atualmente todas as ordens de compra emitidas pela empresa e 99% das faturas de fornecedores externos são produzidas por via eletrónica, acrescenta a Sonae.

«A implementação da fatura eletrónica no relacionamento com os fornecedores e parceiros foi um sucesso e permitiu ganhos significativos para todas as partes», sublinha Nuno Guerreiro, diretor da DSA da Sonae.

«As equipas passaram a ter acesso a informações e indicadores de gestão com maior qualidade, agilidade e rapidez», destaca o mesmo responsável, acrescentando que isso tornou possível, não apenas gerar poupanças ambientais e financeiras, mas também alcançar ganhos efetivos de produtividade.


Publicado em:

Projetos

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados