Partilhe nas Redes Sociais

HP distingue inovação em projetos de nove empresas portuguesas

Publicado em 27 Março 2018 por Ana Rita Guerra | 610 Visualizações

Konica Minolta

Nove empresas portuguesas receberam este fim de semana prémios pela utilização de tecnologia HP em projetos inovadores. Foi a terceira edição dos prémios HP Inovação em Portugal, que decorreu no fim de semana em Lisboa. Os projetos distinguidos foram implementados por empresas a operar em Portugal durante o ano passado.

As categorias são diversas e vão do local de trabalho do futuro ao desempenho elevado e processos internos. Os vencedores são os seguintes: Laboratórios Bial, Simoldes, Broadway Malyan, netprint, Sporting Clube de Portugal, Grupo Pestana, SIOSLife, TVI e IT Sector.

«Sendo a inovação algo que está na origem e no adn da HP, é para nós muito importante premiar os nossos clientes e os seus projetos de inovação», disse José Correia, diretor geral da HP Portugal, sobre o conceito da cerimónia. Muitos dos projetos premiados receberam apoio direto da HP ou dos seus parceiros, com destaque para Inapa, BizDirect, ITEN, Prosonic e SoftVoice.

Inovação no Workplace of the Future

Foi atribuído aos Laboratórios Bial por um projeto que equipou a força de vendas com o portátil híbrido HP Elite x2. «Nos testes que fizémos, a máquina HP foi a que apresentou melhores resultados, sobretudo na facilidade de utilização. Os resultados obtidos foram muito bons», disse Romeu Rocha, gestor de suporte de TI da empresa farmacêutica.

Inovação em Alta Performance

A Simoldes recebeu esta distinção pela utilização de workstations HP portáteis e desktop para dar resposta às necessidades das aplicações de CAD/CAM. A empresa de moldes «procurou no mercado soluções que dessem a resposta a requisitos de performance e do software», de acordo com o diretor de TI da Tool Division João Moreira.

A HP também atribuiu prémio nesta categoria à Broadway Malyan, que utiliza workstations HP para os seus projetos de design e arquitetura. Ronnie Vasconcelos, diretor de TI da empresa, 70% do parque já é HP. Numa escala de 0 a 10, diz o responsável, «os utilizadores de Workstations Z440 atribuiram 8,75 aos equipamentos, o que significa a performance da solução.»

No retalho, este prémio foi para a netprint, pela utilização de impressoras HP de Grande Formato nas lojas das Faculdade de Arquitectura de Lisboa. A escolha da impressora HP Pagewide XL 5000 deveu-se, diz o diretor geral António Boavista, à capacidade de trabalho, rapidez, qualidade e diversidade de materiais. «A solução permitiu resolver o problema dos picos de trabalho e aumentar a facturação em 30%», afirma o responsável.

Inovação em Processos Internos

O Sporting Clube de Portugal recebeu esta distinção pela utilização de equipamentos HP com tecnologia de toque no processo eleitoral que elegeu a última direção. «Os resultados deste projeto foram a confiança no resultado da eleição que contribuiu para a credibilidade da Direção e da instituição Sporting», comenta Vasco Martins dos Santos, diretor de operações do clube de Alvalade.

Esta categoria também foi entregue ao Grupo Pestana, que optou por um modelo de outsourcing e gestão do parque de impressão de 280 equipamentos HP e 1600 utilizadores. João Machado, corporate officer do grupo, explica quais foram os objetivos do contrato: o custo, a segurança, a digitalização e a escalabilidade do modelo. «A HP foi fundamental para que os utilizadores estejam hoje mais satisfeitos.»

Inovação em Inclusão Social

Foi a SIOSLife quem recebe este prémio, através de um projeto de info inclusão da população envelhecida desenvolvido com equipamentos HP e utilizando toque. Segundo Jorge Oliveira, CEO da organização, «a utilização desta plataforma já está a obter uma validação científica do seu impacto positivo a nível cognitivo e social.»

Inovação em Realidade Aumentada

A TVI viu o seu projeto de juntar imagens virtuais animadas a transmissões distinguido nesta categoria. «Quando fomos ao mercado descobrimos que a HP era um dos poucos fabricantes com uma solução certificada», indica Rafael Gala, responsável de Broadcast da TVI. «Os resultados foram fantásticos, conseguimos soluções cada vez mais complexas e com animação», diz, inclusive em diretos.

Inovação em Novos Modelos de Tecnologia

O último prémio foi para a IT Sector, que adotou um modelo de “Device-as-a-Service” na utilização de equipamentos de TI. Jorge Ferreira, administrador da empresa, diz que este serviço lhes permite focarem-se no seu core, «ficando a parte dos equipamentos e do serviço garantidos pela HP, com resultados na satisfação e motivação dos colaboradores.»


Publicado em:

Atualidade

Etiquetado:

HPInovaçãoprémios

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados