Partilhe nas Redes Sociais

PUB

Compta vai ajudar a combater incêndios com IA e tecnologia Watson

Jorge Delgado, CEO da Compta

Publicado em 21 Fevereiro 2019 por Cristina A. Ferreira - Ntech.news | 433 Visualizações

A Compta foi a vencedora global do desafio Watson Build 2018, uma iniciativa promovida pela IBM para mostrar o poder das tecnologias Watson em ação e incentivar o desenvolvimento e demonstração de soluções globais baseadas em inteligência artificial e cloud.

A empresa foi a escolhida entre 400 projetos, atravessando as diversas fases da prova, até chegar à reta final da competição e ganhá-la, com uma solução que já está no mercado. O Bee2FireDetection (nas imagens) é apresentado como o primeiro serviço comercial de deteção de incêndios florestais, baseado em inteligência artificial.

O Ntech.news falou com Jorge Delgado, CEO do grupo português Compta, que integra a área de negócio responsável pelo desenvolvimento do projeto vencedor, a Compta Emerging Business.

O responsável fala na importância da distinção e na estratégia para explorar comercialmente o Bee2FireDetection, que já está no terreno e a explorar novas oportunidades.

Na prática, o que representa para a Compta ter vencido o desafio internacional da IBM, Watson Build 2018?

Os incêndios nas florestas são apontados como uma das principais causas do aquecimento global mundial. Em termos de grandes números sabemos que: mais de 3,4 milhões de emissões de carbono devem-se aos incêndios florestais; mais de 40 milhões de hectares de floresta ardem por ano; mais de 70 biliões de euros são gastos na prevenção de incêndios.

Isto dá-nos a certeza que estamos perante um produto com a capacidade de disponibilizar um serviço de valor, que poderá contribuir para ajudar naquele que é um problema do global do planeta.

Ter a capacidade de com a nossa solução poder reduzir, ou impactar positivamente estes números será a maior vantagem que a nossa solução pode trazer para esta equação dos incêndios.

Como foi a experiência de participar nesta iniciativa, que recursos envolveu e em que medida a plataforma Watson molda o projeto?

Foi super exigente, mas muito gratificante. Estamos a trabalhar em conjunto nesta área há sensivelmente oito meses. Durante a fase de candidaturas foram submetidas e avaliadas mais de 400 soluções provenientes de todo o mundo, sendo que foram apuradas para a final apenas sete soluções, uma por cada geografia (Ásia-Pacífico, Europa, China, Japão, América Latina, Médio Oriente-África e América do Norte).

A solução Bee2FireDetection powered by AI da Compta Emerging Business (CEB) foi a escolhida para representar o continente europeu na final mundial do IBM Watson Build, depois de em janeiro de 2019 ter conseguido vencer a final europeia disputada em Barcelona. Na final, que decorreu nos dias 10 e 11 de fevereiro em São Francisco, conquistou o primeiro lugar da competição a nível mundial, arrecadando para Portugal esta distinção maior na área da inteligência artificial e cloud do gigante mundial IBM.

A tecnologia IBM Watson vem disponibilizar um conjunto importante de funcionalidades que tornam a solução mais dotada de funcionalidades e performance preparada para continuar a evoluir no futuro.

O Bee2FireDetection é apresentado como o primeiro serviço comercial de deteção de incêndios florestais baseado em inteligência artificial. Como é aqui usada a inteligência artificial e que resultados diferenciadores permite alcançar?

O Bee2FireDetection é o primeiro serviço de deteção de incêndios florestais disponível comercialmente no mundo, utilizando Inteligência Artificial. A solução apresentada traz uma abordagem nova e disruptiva para sistemas de prevenção e deteção de incêndios em florestas e indústrias, fazendo uso das mais recentes tecnologias IBM de inteligência artificial e análise preditiva, assim como meteorológica com aplicabilidade no mercado global e com uma ambição de poder vir a ser a referência mundial.

Em termos concretos o que faz esta solução?

Esta é uma solução que prevê – usando os dados da IBM Weather Channel; deteta – usando o módulo de Watson da IBM; auxilia e recomenda as primeiras medidas de combate a incêndios – usando a ferramenta para fazer a previsão de propagação de incêndios e localização das contra medidas que melhor servem para o extinguir.

Já têm um roadmap e uma estratégia para colocar a solução no mercado? Que detalhes pode avançar?

Sim, comercialmente está disponível, sendo que como qualquer produto estará sempre em constante investimento e desenvolvimento, com novas realeases à versão atual, que trarão novas funcionalidades e permitirão uma cada vez maior complementaridade e abrangência do serviço.

Quais são as vossas estimativas no que se refere ao potencial de negócio deste novo serviço?

São reais, numa 1ª fase já no mercado nacional e América Latina, onde temos projetos concretos e implementados na área industrial. São muito desafiantes e promissoras em termos florestais em mercados, como os EUA, Europa do Sul e do Norte e Austrália.

Quantas pessoas tem esta divisão da Compta e que principais projetos tem em mãos neste momento?

Temos uma equipa vasta e multidisciplinar a trabalhar neste projeto, dotada de variadíssimas competências técnicas e conhecimento sobre a problemática dos incêndios em particular.


Publicado em:

Na Primeira Pessoa

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados