Partilhe nas Redes Sociais

Programa Comércio Digital leva 50 mil pequenas empresas para o online

Publicado em 6 Junho 2018 por Ntech.news - Ana Rita Guerra | 166 Visualizações

No último Portugal Digital Summit, a ACEPI revelou que mais de 60% das empresas portuguesas não tem presença digital, e os números não melhoram mesmo quando se trata de microempresas – mais de metade estão ausentes da Internet. Para começar a mudar esse cenário, a associação lançou o Programa Comércio Digital em parceria com a Confederação do Comércio e Serviços de Portugal (CCP), estabelecendo uma meta ambiciosa: levar 50 mil pequenas empresas portuguesas para a Internet.

O programa, que tem o apoio do Ministério da Economia, consiste na disponibilização de ferramentas que vão ajudar a dar presença digital às empresas. Entre elas está um voucher de serviços gratuitos 3-em-1 durante um ano, com oferta de ferramenta de construção e alojamento de site, caixas de correio eletrónico e domínio registado em .pt. A ACEPI refere que haverá ainda «outros serviços complementares de apoio à digitalização.»

O mote do programa é “o seu negócio mais perto do futuro” e a intenção é que estas empresas consigam chegar a mais clientes, abordem novos mercados (incluindo internacionais) e tenham melhores processos organizacionais.

«O Governo apoia desde o primeiro momento esta iniciativa que pretende dar a 50 mil micro e pequenas e médias empresas (PME), do sector do comércio e serviços, a possibilidade de também elas tirarem partido das potencialidades proporcionadas pela transformação digital, modernizando a sua atividade e dando sustentabilidade ao seu negócio, conquistando novos clientes e mercados, e contribuindo para reforçar o dinamismo da economia portuguesa», resume Paulo Alexandre Ferreira, Secretário de Estado Adjunto e do Comércio.

Segundo explica o presidente da ACEPI Alexandre Nilo Fonseca, a promoção da iniciativa vai passar por um roadshow nacional em 150 locais, apoiado por uma academia digital. «Vamos ajudar as empresas a estarem mais próximas dos seus clientes e a conquistarem novos mercados», prometeu o executivo.

Todas as informações estão disponíveis no site da iniciativa, que se compromete ainda a tentar mobilizar os empresários para a digitalização do seu negócio e a desmaterialização dos processos com clientes e fornecedores, por via da utilização de tecnologias de informação e comunicação.


Publicado em:

Atualidade

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados