Partilhe nas Redes Sociais

Projeto europeu de cibersegurança entra em nova fase de testes

Publicado em 3 Outubro 2018 | 501 Visualizações

Segurança informática Kaspersky

Está em marcha a segunda fase do Protective, projeto financiado pelo Horizonte 2020 para melhorar a gestão proativa de riscos de cibersegurança e a consciência sobre o tema. O projeto visa criar um sistema de compilação e processamento de informações e dados de cibersegurança, bem como promover a partilha de informações entre as equipas de cibersegurança das diferentes organizações participantes.

Neste segunda fase chegaram ao terreno novos testes operativos à plataforma, que liga três redes nacionais de investigação e educação (República Checa, Polónia e Roménia), três instituições académicas e quatro empresas de oito países.

Está a ser testada a instalação de todo o ambiente, dentro de uma organização, com destaque para a ligação a fontes de dados e à interligação a outros nós também presentes na instalação, de forma a operacionalizar o o intercâmbio automático de informações de segurança.

«Nesta etapa realiza-se o processamento de dados básicos, com ênfase para a avaliação dos de caráter estatístico, para a visualização e principalmente para a avaliação da sua utilização no contexto do processo de segurança no seio de uma organização», detalha a GMV, uma das empresas parceiras do projeto.

Nas próximas fases do projeto serão testadas melhorias em funcionalidades mais complexas, como a correlação de eventos de segurança de múltiplas fontes, a avaliação dinâmica de riscos em relação a uma rede ou serviço particular, ou a priorização de alertas para permitir uma reação mais rápida a ciberameaças.

A GMV participa no projeto desenvolvendo modelos de correlação de alertas e dos módulos de partilha, para além de ser responsável pela integração e teste dos diferentes módulos da plataforma.

O apresentação pública da 2ª fase do Protective decorreu em Cracóvia, durante o simpósio de investigação sobre cibercrime, eCrimeEU 2018, organizado anualmente pelo APWG (Anti Phishing World Group). O projeto tem a duração de três anos.


Publicado em:

Projetos

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados