Partilhe nas Redes Sociais

PUB

3, 2, 1…….. A Web Summit está de regresso a Lisboa

Publicado em 6 Novembro 2017 por Ntech.news | 209 Visualizações

Road 2 Web Summit

Está prestes a começar aquela que é considerada uma das maiores conferências de tecnologia, empreendedorismo e inovação do mundo.

A segunda edição da Web Summit, em Portugal, abre hoje as portas aos cerca de 60 mil participantes que este ano reservaram lugar no evento.

Nomes como o do antigo vice-presidente dos Estados Unidos, Al Gore, o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, o antigo Presidente francês François Hollande ou a atual comissária europeia para a Concorrência, Margrethe Vestager, então na lista de personalidades que marcam presença na edição deste ano.

As maiores tecnológicas do mundo também terão uma palavra a dizer no palco do Altice Arena. O presidente da Oracle, Mark Hurd, da VMWare, Pat Gelsinger ou o CEO da Altice, Michel Combes são apenas alguns dos confirmados.

Numa altura em que a Inteligência Artificial está na rota dos processos de transformação digital, os robôs professor Einstein e Sophia, da Hanson Robotics, também terão uma palavra a dizer no evento de Paddy Cosgrave.

Ainda assim as grandes estrelas do evento serão as startups de todo o mundo, que vêm À procura de investimento.  Por cá, o ecossistema nacional de startups está a crescer duas vezes mais rápido do que a média europeia, segundo o estudo da Startup Europe Partnership.

Desde 2010, as startups portuguesas que se apresentaram no Web Summit já angariaram mais de 88 milhões de dólares (78 milhões de euros). Segundo dados da Startup Europe Partnership, esse valor representa cerca de um terço do total de 310 milhões de dólares (273 milhões de euros) angariados pelas startups portuguesas desde 2010.

As startups portuguesas que se apresentaram no Web Summit desde 2014 angariaram 37,6 milhões de dólares (33 milhões de euros). Só em 2016 registou-se uma captação de 24,6 milhões de dólares (21 milhões de euros).

Os investidores internacionais que estiveram em Portugal no Venture Summit (evento paralelo ao Web Summit para fundos de capital de risco), todos juntos, representam mais de 100 mil milhões de dólares de capital disponível, segundo o Web Summit.

Os investidores estrangeiros estão a desempenhar um papel central no crescimento do ecossistema português: 62% do capital tornado investido em scaleups (86% em rondas para a fase de internacionalização) vem do estrangeiro.

 

Em 2016  a Web Summit foi assim:

– 53 056 conferencistas de 166 países

– Mais de 4 milhões de visualizações no Facebook Live;

– 4 207 053 visualizações em stream durante os três dias do evento;

– 1 835 841 mensagens enviadas com recurso à aplicação da Web Summit;

– 37 mil quilómetros de cabos de fibra utilizados, ou seja, o suficiente para chegar ao topo do Monte Everest não uma, mas quatro vezes;

– 17 palcos ativos;

– 1490 startups vindas de todo o mundo.

 

 


Publicado em:

Atualidade

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados