Partilhe nas Redes Sociais

PUB

GMV: Innovating solutions in Cybersecurity

Oculus for Business leva realidade virtual às empresas

Publicado em 12 Outubro 2017 por Ana Rita Guerra | 93 Visualizações

O Facebook anunciou um novo pacote comercial dos seus óculos de realidade virtual Oculus Rift, direcionado às empresas. Durante o evento Oculus Connect 4, em São José, o novo responsável VR do Facebook, o brasileiro Hugo Barra, explicou o conceito do “Oculus for Business.”  É uma oferta para pequenas e grandes empresas que queiram usar realidade virtual para «criar novos fluxos de trabalho ou mudar completamente a forma como servem os seus clientes».

Com o preço de 900 dólares, o pacote inclui o Oculus Rift, Oculus Touch, sensores, uma licença comercial e garantia de nível empresarial. As empresas vão receber suporte dedicado e poderão encomendar em grandes quantidades.

Já há algumas organizações a usarem esta versão dos óculos de realidade virtual. Uma delas é a Cisco, que criou um ambiente de colaboração em realidade virtual em cima da sua plataforma Spark, que permite aos trabalhadores “encontrarem-se” em tempo real para colaborarem.

Há também a Audi, que está a instalar sets de Oculus Rift em concessionários espalhados pelo mundo para permitir aos clientes visualizarem diferentes configurações no carro dos seus sonhos. Outros exemplos são a Deloitte, Accenture, DHL e Procter & Gamble.

«É incrível ver a realidade virtual a continuar a expandir-se tão rapidamente num número impressionante de indústrias», congratulou-se Barra, que chegou ao Facebook há pouco tempo vindo da chinesa Xiaomi.

No evento, o Facebook anunciou também a descida do preço do pacote Rift + Touch para venda a consumidores finais, passando agora a custar 399 dólares.

O grande anúncio do dia foi, no entanto, que a empresa irá lançar óculos de realidade virtual independentes de smartphone e computador no início de 2018. Chamam-se Oculus Go e vão custar 199 dólares. Mais ou menos por essa altura, os programadores irão também receber os kits de desenvolvimento do Project Santa Cruz, uma versão de óculos independentes mas com funcionalidades mais avançadas que o Go.

Mark Zuckerberg, CEO do Facebook, anunciou que estes lançamentos pretendem acelerar o ritmo de adoção de equipamentos de realidade virtual. O seu objetivo é que mil milhões de pessoas comecem a usar a tecnologia que será, no seu entender, a plataforma de computação do futuro.

 


Publicado em:

Atualidade

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados