Partilhe nas Redes Sociais

PUB

Azure empurra Microsoft para trimestre estelar

Publicado em 5 Fevereiro 2018 por Ntech.news - Ana Rita Guerra | 150 Visualizações

As receitas de Microsoft Azure praticamente duplicaram no segundo trimestre fiscal, entre outubro e dezembro, mostrando que a estratégia do CEO Satya Nadella está a funcionar. O crescimento de 98% da plataforma Azure foi o principal driver da unidade de “Nuvem Inteligente” da empresa, que subiu 15% para 7,8 mil milhões de dólares entre outubro e dezembro.

Nesta divisão, os produtos de servidores e serviços na nuvem cresceram 18%, enquanto os serviços empresariais melhoraram 5% com base nos serviços de suporte premium.

«Os resultados deste trimestre mostram o valor diferenciado que estamos a entregar aos nossos clientes, com soluções de produtividade e como o fornecedor preferencial de nuvem híbrida», afirmou Satya Nadella na apresentação de resultados. «Os nossos investimentos em IoT, dados e serviços de inteligência artificial da nuvem até às pontas posicionam-nos para acelerarmos ainda mais o crescimento.»

Em termos globais, as receitas da Microsoft subiram 12% para 28,9 mil milhões de dólares e os lucros operacionais recrudesceram 10% para 8,7 mil milhões. No entanto, e tal como várias outras empresas (incluindo o Facebook), a gigante reportou um abate único de 13,8 mil milhões de dólares em impostos, relacionado com a reforma fiscal de Donald Trump. Esta reforma fiscal incentiva as empresas a repatriarem fundos com taxas de imposto mais baixas, e a Microsoft foi uma das organizações que decidiu fazer isso. Resultado: prejuízo de 6,3 mil milhões de dólares, relacionado com esta operação.

Produtividade e Dynamics

Na divisão de produtividade e processo de negócio, as receitas subiram 25% para 9 mil milhões, com destaque para a boa performance dos produtos Office para consumo e na nuvem – mais 12%, enquanto o número de assinantes do Office 365 cresceu para 29,2 milhões.

Já os produtos Dynamics melhoraram 10%, com o Dynamics 365 a disparar 67%. A rede social para profissionais LinkedIn contribuiu com receitas de 1,3 mil milhões, apresentando um crescimento de 20%.

Computadores pessoais

Aqui, como seria de esperar, a subida foi modesta, apenas 2% para 12,2 mil milhões de dólares. As receitas OEM do Windows aumentaram 4%, destacando-se a subida de 11% do OEM Pro. Isto permitiu compensar a quebra de 4% nos produtos comerciais e serviços na nuvem de Windows.

Outras boas notícias vieram do lançamento da consola Xbox One X, que levou a uma subida de 8% nos jogos, e ao aumento das receitas de publicidade (+15%). Quando aos tablets e ultra-portáteis Surface, apenas mais 1%.

 

 


Publicado em:

Negócios

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados