Partilhe nas Redes Sociais

«Somos cada vez mais capazes de responder a desafios e a necessidades de vários setores…»

Publicado em 4 Fevereiro 2021 por Ntech.news- Luísa Dâmaso | 139 Visualizações

Com a evolução do negócio em patamares animadores, nomeadamente nos mercados internacionais, a KCS iT fechou 2020 com uma reorganização da sua oferta, a par de um refresh na imagem e na assinatura da marca, que passou a ser Konectamos. Unimos. Komunicamos. Em entrevista ao Ntech.News, Tiago Farinha, diretor-geral da empresa, falou das mudanças que foram feitas e enquadrou-as à luz da estratégia da empresa para este ano, que se desenrola na inconstância e imprevisibilidade do contexto pandémico que todos tentam debelar.

O que conduziu a estas mudanças?

2020 foi um ano onde se fizeram sentir dificuldades a nível mundial e isso reflete-se na estratégia das empresas para se adaptarem à nova realidade. As mudanças feitas justificam-se não só por isso, mas pela natural necessidade de continuarmos a crescer, a inovar e a dar uso às capacidades que temos dentro da nossa equipa. Sabemos que podemos ir além do Outsourcing e da consultoria estratégica e explorar mais as outras áreas em que temos boas valências. Foi isso que fizemos ao apostar no desenvolvimento das áreas de inovação, sustentabilidade e Nearshore.

Como foi feita esta reorganização da oferta de serviços? Que princípios a regeram?

Vivemos um momento de transformação digital acelerada, devido à situação mundial, e todos temos de nos adaptar a essa realidade. É cada vez mais importante manter a proximidade e a conexão entre todos, quando o distanciamento físico é obrigatório. Esta reorganização vai ao encontro desta procura e necessidade transversais a todos.

A inovação e a sustentabilidade são duas apostas estreitamente ligadas

O que muda efetivamente em relação à anterior oferta disponível? De que forma esta mudança é visível para os clientes atuais e futuros?

Mantemos os serviços que disponibilizávamos anteriormente, mas aumentámos a nossa aposta em várias áreas. A inovação é sem dúvida uma das principais, assim como o Nearshore, o Outsourcing Internacional e o Salesforce. Há aposta na Inovação e na sustentabilidade.

Em que medida se concretizam estas apostas e de que forma são incorporadas na oferta?

Em parceria com o Governo Regional dos Açores, a Sociedade para o Desenvolvimento empresarial dos Açores e a Academia de Código, a KCS IT desenvolveu um hub de inovação na ilha Terceira nos Açores – KCS Terceira Tech. A inovação e a sustentabilidade são duas apostas estreitamente ligadas. O KCS Terceira Tech é um centro de R&D focado em criar projetos que solucionem necessidades a nível corporativo e da sociedade em geral. Está a trabalhar no desenvolvimento de produtos que vão contribuir para um mundo melhor.

Atualmente estamos a desenvolver duas soluções. O CEPAD tira partido da nossa parceria com a Mirosoft e foca-se em modelos de machine learning para por fim às faturas em papel. Já o CETAPP cria novas soluções de identificação de cetáceos para a criação de um modelo que permita fazer mais facilmente todo o processo de catalogação de avistamentos. Isto irá contribuir fortemente para a proteção da vida marinha. São, portanto, dois produtos que se centram em duas temáticas ambientais extremamente importantes a nível mundial.

Vamos consolidar a oferta de Nearshore

O que muda na estratégia da empresa para 2021 com estas reorganizações?

Sabemos que a tecnologia é um aliado fundamental de qualquer negócio, que estamos na frente desta transformação digital e que esta irá a continuar a marcar o próximo ano. Somos cada vez mais capazes de responder a desafios e a necessidades de vários setores e por isso para 2021 não podemos esperar menos do que um crescimento elevado a nível de faturação e de projetos a impactar.  

Quais serão as principais metas a concretizar em 2021?

A KCS iT está a expandir a sua presença a nível nacional e internacional. Com sede em Lisboa e com escritórios no Porto, recentemente aumentámos a nossa presença ao abrir espaços dedicados também em Leiria, em Bruxelas e nos Açores. Em 2021 queremos obviamente manter o nosso foco nesta expansão, mas além disso temos outras apostas. Aproveitando as vantagens que o trabalho remoto nos oferece, vamos consolidar a nossa oferta de Nearshore, respondendo cada vez melhor às necessidades internacionais que surgem por parte dos atuais e novos parceiros.

Temos a ambição de capitalizar o grande investimento que está a ser feito em Portugal pela Salesforce e, sendo parceiros, reforçar o nosso delivery center a nível de capacidade com o fim de melhor responder a necessidades a nível de projetos fechados, de outsourcing e de bolsa de horas. Vamos fortalecer a nossa presença internacional no Luxemburgo da mesma forma que conseguimos estabelecer-nos na Bélgica, solidificando também ações na Escandinávia, Reino Unido e Irlanda.

Marcar pontos na transformação digital além-fronteiras

Em janeiro assinalaram-se cinco anos da KCS Internacional e celebrou-se a trajetória de crescimento em países como Bélgica e Luxemburgo. A unidade da KCS iT trabalha sobretudo em instituições europeias e de segurança, desenvolvendo projetos no setor privado nas áreas da banca, pagamentos, transportes e indústria.

A marcar pontos além-fronteiras, em junho de 2020 a KCS internacional passou a trabalhar diretamente com a NATO, num projeto de transformação digital a três anos, que lhe valeu o mais alto grau de certificação de segurança “NATO Secret & Secret E.U. certified“. Esta é uma certificação garantida pelo Gabinete Nacional de Segurança em Portugal.

O projeto na NATO consiste na reformulação dos seus processos corporativos por via da exploração mais eficaz das Tecnologias de Informação. A Communications and Information Agency (NCIA) da Nato está no centro desta transformação digital, sendo a responsável por adquirir, implementar e proteger os sistemas de comunicações da NATO. Estando na linha de frente contra quaisquer ataques cibernéticos, fornece, mantem e defende a infraestrutura tecnológica necessária à defesa coletiva dos vários membros da Aliança, disponibilizando ferramentas e know-how para a gestão e comunicação dos dados de informação da operação, integrando componentes de inteligência artificial e machine learning na proteção e gestão dos ativos de informação da NATO, bem como aconselhando e implementando técnicas e práticas de transformação que permitam rentabilizar  os investimentos feitos em TI.

O SMC,– a área de Service Management and Control da KCS cobre todo o ciclo de vida dos serviços de suporte da NCIA (estratégia, design, transição, operação e melhoria contínua) na prestação de serviços e implementa e realiza a manutenção da plataforma corporativa de gestão de serviços, definindo os standards da forma de trabalhar e de colaborar em toda a NATO, incluindo a salvaguarda e gestão de toda a rede de comunicações, cibersegurança e estabilidade da infraestrutura tecnológica da organização.

A KCS iT fechou 2020 com uma reorganização da sua oferta, a par de um refresh na imagem e na assinatura da marca

Publicado em:

Na Primeira Pessoa

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados