Partilhe nas Redes Sociais

Quer conhecer a ViViAN?

Publicado em 24 Maio 2021 por Ntech.news- Luísa Dâmaso | 123 Visualizações

A nova assistente virtual vai ser apresentada no SAS Global Forum 2021 que decorrerá online a 25 e 26 de Maio.  A ViViAN, abreviatura de Virtual Victim Assistance Network, é um chatbot desenvolvido pelo Identity Theft Resource Center (ITRC) e tem na base a tecnologia SAS Viya,

De acordo com Saurabh Gupta, diretor sénior de Dados e Análise do SAS, os chatbots com tecnologia SAS «oferecem outra forma de interagir com todo o ecossistema SAS Viya, reunindo relatórios e visualização, analítica e IA através de uma interface no-code de conversação para todos».

A nova assistente virtual vai ser apresentada no SAS Global Forum 2021 que decorrerá online a 25 e 26 de Maio.  

A ViViAN foi criada para ajudar as vítimas de fraude interagindo com os consumidores através de capacidades natural language processing (PNL), machine learning e deep learning, que lhe permitirão interpretar as complexidades da linguagem e melhorar a conversação. Através de uma série de perguntas e indicações, a ViViAN acompanha o utilizador em cada etapa da resolução do problema.

Ajudar vítimas de fraude a qualquer hora

A procura de apoio para fraudes tem crescido ano após ano e conheceu uma fase próspera durante a pandemia. «Vimos níveis recorde de fraude e roubo de identidade após a pandemia, que de repente atingiu todos os lugares, de uma só vez», confirmou Eva Velasquez, CEO do ITRC. “De acordo com esta responsável, no ano passado, foram atendidas mais de 11.000 pessoas somente através do contact center e o site do ITRC teve 1,1 milhão de visitantes únicos. «É um número impressionante de pessoas à procura de ajuda – e isto requer um tremendo esforço por parte dos nossos colaboradores», destaca a responsável. A assistente ViViAN está disponível para oferecer ajuda «fiável, credível e personalizada sempre que alguém precisar de ajuda, seja de dia ou à noite». Está programada para responder empaticamente a uma variedade de cenários encontrados com mais frequência pelos agentes dos centros de contato.

Entre as capacidades desta assistente virtual estão a compreensão da linguagem natural para ajudar a decifrar aquilo que o utilizador digita, o fluxo da conversa para definir o que é feito com esse conhecimento e o processamento de linguagem natural para criar uma resposta apropriada.

«As pessoas vão continuar a precisar da experiência de um agente humano, mas sabemos que é um grande alívio obter informação sobre a qual se possa tomar ação, enquanto se espera para falar com alguém», explica Velásquez.

Os recursos de conversational AI – ou chatbot – são incorporados no SAS Conversation Designer na plataforma cloud-native SAS Viya. O software oferece a capacidade de construir e configurar experiências de conversação humanas e aproveitar insights de dados para melhores decisões de negócio.


Publicado em:

Atualidade

Etiquetado:

analiticaChatbotsSAS

Partilhe nas Redes Sociais

Artigos Relacionados